- Publicidade -
- Publicidade -

Funcionário do Carrefour desaparecido é encontrado dois dias depois preso em elevador

Homem ficou preso no equipamento dentro do supermercado no final do expediente.

Trending

O funcionário da rede varejista Carrefour que estava desaparecido desde o sábado (25) após encerrar o expediente, foi encontrado preso no elevador do supermercado quase dois dias depois, na manhã desta segunda-feira (27).

O supermercado chegou a funcionar no domingo (26), no entanto ninguém notou que ele estava preso no equipamento. O rapaz permaneceu o tempo todo sem comer e sem beber.

Conforme o G1, o homem trabalha há cerca de sete anos no supermercado localizado na Avenida Conselheiro Nébias, em Santos, no litoral de São Paulo. Ele sumiu na noite de sábado (25), quando deveria retornar para casa depois do trabalho.

Como ele não deu notícias, os familiares passaram a divulgar imagens do rapaz pedindo por informações sobre o paradeiro dele. A mãe publicou que o filho faz uso de remédios controlados, e não dorme fora de casa sem dar notícias antes.

O homem foi encontrado na manhã desta segunda, depois de 36 horas esperando por ajuda. Funcionários do primeiro turno da empresa fizeram a descoberta, e libertaram o rapaz que contou que havia ficado preso no equipamento, e ao pedir por socorro não foi ouvido e acabou por ficar lá e esperar que alguém o encontrasse.

A mãe dele não chegou a registrar boletim de ocorrência, porque foi orientada a esperar 24 horas do desaparecimento, já que a vítima é maior de idade.

Foto: Divulgação

O QUE DIZ O CARREFOUR

Por meio de nota, a rede disse que o funcionário ficou preso em um elevador de carga, que, por motivos desconhecidos, parou de funcionar. O elevador fica em um local com acesso somente a funcionários, e por causa disso é pouco utilizado no dia a dia.

A empresa informou que o funcionário passa bem e se encontra em casa com a família, depois de ser atendido em um hospital local e passar por exames. O supermercado também disponibilizou uma assistente social para dar apoio psicológico ao funcionário e aos familiares mais próximos dele.

O Carrefour também mencionou que irá apurar o que aconteceu, e que felizmente nada de mais grave aconteceu ao empregado.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Corpo é encontrado na praça da juventude na zona sul de Londrina

Mulher tinha ferimentos provocados por faca pelo corpo.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -