- Publicidade -
- Publicidade -

Mega explosão em posto de gasolina 15 feridos em Rio Claro, no interior de SP

Trending

A explosão em um posto de gasolina de Rio Claro, no interior do estado de São Paulo, consternou a cidade. A tragédia deixou até agora ao menos quinze feridos, de acordo com a prefeitura. A explosão aconteceu por volta das 18h depois que um caminhão pegou fogo no pátio do posto.

Ainda não foram confirmadas mortes. O prefeito da cidade chegou a relatar mortos, mas voltou atrás e disse que não podia confirmar vítimas fatais.

Vários vídeos registraram o momento em que o caminhão explode e provoca uma grande destruição no estabelecimento. O clarão provocado pelo incêndio foi visto de vários pontos de Rio Claro.

Dezenas de caminhões de bombeiros foram mobilizados para conter as chamas, que só foram controladas por volta das 21h. A Defesa Civil e a Guarda Municipal também ajudaram.

A rodovia Washington Luís foi interditada nos dois sentidos. Era possível ver labaredas de fogo no canteiro central da rodovia, e por isso a pista foi bloqueada. Ao menos dez caminhões que estavam estacionados no pátio do posto ficaram completamente destruídos e alguns também pegaram fogo.

O Corpo de Bombeiros ainda não sabe como o incêndio começou. Mas a suspeita é que o caminhão estivesse carregado com combustível.

A força da explosão foi tamanha que chegou a destruir a vidraça de apartamentos em condomínios na região. Imagens circulam as redes sociais mostrando os danos.

Janelas estilhaçadas após a explosão – Foto: Colaboração / WhatsApp

EQUIPES MOBILIZADAS

O prefeito de Rio Claro, Gustavo Perissinotto, informou que determinou a abertura de unidades de saúde da cidade e a prontidão de equipes médicas e de enfermagem. Felizmente, não foi preciso o uso da estrutura para atendimento das vítimas, que foram levadas a hospitais da região.

Dos 15 feridos, 13 sofreram ferimentos leves e dois foram socorridos em estado grave.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Caminhoneiros iniciam paralisação em seis estados brasileiros

Categoria reivindica redução no preço dos combustíveis.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -