- Publicidade -
- Publicidade -

Após 20 anos de promessa, Londrina finalmente ganha o Tecnocentro

Local vai abrigar start-ups e empresas de tecnologia.

Trending

O Centro de Desenvolvimento Econômico de Londrina, Tecnocentro, está oficialmente concluído, depois de uma espera de quase vinte anos. O anúncio foi dado após vistoria realizada nesta segunda-feira (20) por fiscais da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP) e diretores do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel). Para construir o Tecnocentro, foram investidos mais de cinco milhões de reais, numa parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de Londrina.

O espaço de 3.150 m² será destinado a entidades e empresas que buscam transformar Londrina em Cidade Inteligente. Também será sede da Companhia de Tecnologia e Desenvolvimento (CTD) e do Ecossistema de Inovação, com dez governanças, além de abrigar startups, incubadoras e aceleradoras.

Novo Tecnocentro de Londrina vai integrar ecossistema de inovação – Foto: Carla Sehn / Codel

O funcionamento do Tecnocentro depende agora da ligação da rede elétrica, por parte da Copel. O próximo passo será a ocupação de parte do prédio pelo CTD, que iniciará a atração e seleção de startups e empresas. Todo processo passa a ser acompanhado, em breve, por uma Organização Social (OS) composta por entidades e governanças, cujo projeto de criação tramita na Câmara Municipal. Em outras palavras, setores produtivos e do conhecimento (universidades) participarão da gestão do Tecnocentro.

O presidente da Codel, Bruno Ubiratan, considera a conclusão da obra uma vitória.

“Junto com o MasterPlan, o Tecnocentro era uma reivindicação antiga da cidade. A elaboração do MasterPlan termina em novembro e agora temos este prédio tão simbólico que também ficou pronto. O prefeito Marcelo Belinati conseguiu aprimorar o ambiente de negócios na cidade apesar da pandemia, porque há um canal aberto de diálogo com todos os setores da sociedade, completado pela austeridade nas finanças e garra para ir atrás de recursos”, afirmou.

A construção fica situada no Parque Tecnológico Francisco Sciarra. O governo do Estado aplicou, ao longo dos anos, quase quatro milhões de reais e, este ano, a Prefeitura investiu mais R$ 932 mil em recursos próprios para o avanço das obras. O Tecnocentro conta com auditório, módulos para laboratórios, escritório e salas de reunião. Será totalmente climatizado e conta com estacionamento próprio e guarita para segurança. O prazo para o início do funcionamento é início de outubro.

Presidente da Codel, Bruno Ubiratan, conhece instalações do Tecnocentro – Foto: Codel / Divulgação
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Mulher de 31 anos morre após acidente na Castelo Branco, em Londrina

Acidente aconteceu na tarde de sábado no Jardim Hedy.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -