Fique Ligado!

Esportes

Palmeiras é derrotado nos pênaltis pelo Defensa y Justicia

Verdão perdeu o segundo título em menos de uma semana

Publicado

em

5BB55D69 1A34 4B9A 9DC4 07263A92AC45 | 24Horas
Palmeiras foi derrotado pelo Defensa y Justicia. Foto: César Greco/Palmeiras

Na noite desta quarta-feira (14), o Palmeiras entrou em campo no estádio Mané Garrincha em Brasília, buscando o título inédito da Recopa Sul-Americana, a equipe tinha a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 2 a 1 na Argentina, mas acabou perdendo pelo mesmo placar, levando a partida aos pênaltis, aonde o Defensa y Justicia foi mais feliz e saiu com o título. Repetindo o mesmo cenário da derrota para o Flamengo no domingo, quando  o Rubro-negro levou a SuperCopa do Brasil.

A partida começou e os dois times buscavam chances para abrir o placar, com a equipe argentina se impondo e pressionando, o Palmeiras soube segurar o ímpeto dos visitantes, e aos 18 minutos após bom passe de Raphael Veiga, Rony foi derrubado na área, o árbitro foi até o VAR e confirmou o pênalti para o verdão, Veiga cobrou e abriu o placar.

A pressão do Defensa y Justicia aumentou depois do gol sofrido, o time jogava melhor e acabou conseguindo o empate aos 29 minutos da primeira etapa, depois de boa jogada entre Rodríguez e Pizzini para conclusão certeira de Braian Romero dentro da área.

O segundo tempo começou, e tudo ficou mais difícil para o alviverde quando Viña perdeu a cabeça e acabou sendo expulso. O verdão conseguiu parar o Defensa até os acréscimos da etapa final, mas depois de um corte da zaga a bola sobrou para Benitez, que acertou um chute espetacular de fora da área, sem chances para Weverton, levando a partida para à prorrogação.

No tempo extra o Palmeiras teve outro pênalti a seu favor, mais uma vez Rony foi derrubado na área e o juiz novamente recorreu ao VAR para decretar a penalidade, Gustavo Gómez foi para cobrança, bateu mal e o goleiro Unsain defendeu.

A decisão então foi para os pênaltis, com Gabriel Menino, Gustavo Gómez e Rony convertendo para o verdão enquanto Luiz Adriano e Weverton perderam suas cobranças, o Defensa y Justicia foi preciso e acertou os quatro pênaltis com Frías, Merentiel, Isnaldo e Enzo Fernández, conquistando o título da Recopa Sul-Americana pela primeira vez na sua história.

198DB1C2 7409 4378 B81C DEE0CD82F1D8 | 24Horas

Weverton perdeu a última cobrança do verdão.Foto: César Greco/Palmeiras

A última vez que um campeão da Libertadores havia sido derrotado pelo campeão da Copa Sul-Americana foi em 2015, quando o River Plate bateu o San Lorenzo em uma final entre argentinos.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

EM ALTA