- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Acusado de latrocínio de cabeleireiro é preso em Londrina

Trending

LONDRINA, PR – A Polícia Civil apresentou o assassino do cabeleireiro Sandro Tagliari, torturado e morto em 26 de junho de 2017, cujo corpo foi encontrado desovado na estrada da Warta em Londrina, no norte do Paraná.

O acusado é Valdir Mariano da Silva, 35 anos, conhecido pelo apelido de ‘Avatar’. O primeiro suspeito de envolvimento no crime, Roge de Souza Silva, havia sido preso dias após o crime no bosque do Marco Zero. À polícia, ele confessou que ajudou na venda do carro de Sandro, roubado naquela ocasião.

CRIME

A investigação também descobriu que Sandro havia encontrado Roge e Valdir no centro da cidade, com o objetivo de um programa sexual. Naquela tarde de 25 de junho, foi a última vez que o cabeleireiro tinha sido visto com vida. O acusado ainda disse no depoimento que desde o início a intenção da dupla era roubar o veículo de Sandro.

Após dias desaparecido e uma intensa busca pelo seu paradeiro, o corpo dele foi encontrado nu, amordaçado e com o rosto desfigurado na estrada de terra. A suspeita é que ele tenha sido executado com um tiro na face.

O crime comoveu a cidade na época. Sandro trabalhava no salão Caio Matos, que chegou a emitir uma nota lamentando o acontecimento.

Acusado de latrocínio foi apresentado pela Polícia Civil – Foto: Divulgação
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Senado aprova indicação de André Mendonça ao STF

Indicação de Bolsonaro ficou parada na CCJ por mais de quatro meses.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -