- Publicidade -
- Publicidade -

Caminhoneiros bloqueiam rodovias em pelo menos 16 estados

No Paraná são registrados seis pontos de bloqueio segundo a PRF.

Trending

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que caminhoneiros estão concentrados em ao menos seis importantes rodovias federais que cortam o Paraná. Os protestos seguiram noite adentro e se intensificaram na madrugada, com alguns pontos de bloqueio total na BR-116 na região de Curitiba e na BR-277 em Paranaguá.

Os pontos de concentração de manifestantes estão nos quilômetros 37 (Andirá), 79 (Santa Mariana) e 157 (Londrina) da BR-369, na BR-373 altura do quilômetro 254 em Guaramiranga, nos quilômetros 109 (Paranavaí), 158 (Mandaguaçu), 188 (Marialva) e 504 (Ponta Grossa) da BR-376, e ainda no km 285 da BR-476 em São Mateus do Sul.

Também há pontos de concentração na BR-116 em Quatro Barras e Mandirituba, e na BR-277 em Paranaguá, Campo Largo, Guarapuava, Céu Azul, Medianeira e Santa Terezinha de Itaipu, no oeste do estado.

Em todo o país ao menos 16 registram manifestações. A maioria dos pontos de bloqueio no entanto prevalecem na região sul do Brasil, principalmente no Paraná e em Santa Catarina, onde foram registradas tentativas de interdição total das rodovias.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) não informou se há pontos de bloqueio nas estradas administradas pelo DER. A princípio, apenas informações extraoficiais dão conta de paralisação na PR-445 em Cambé, na região metropolitana de Londrina.

PEDIDO DE BOLSONARO

Apesar da mobilização, o presidente Jair Bolsonaro pediu aos caminhoneiros que deixem os bloqueios e não promovam as paralisações. O pedido foi distribuído em grupos da categoria por meio de um áudio, cujo a autenticidade foi confirmada pelo ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes.

Para os mais radicais, o recuo do presidente foi um ato de “traição” aos caminhoneiros e a toda mobilização.

O caminhoneiro conhecido como Zé Trovão, principal incentivador dos bloqueios, publicou um vídeo ao qual pede “pelo amor de Deus” ao presidente para que apoie os atos, em prol da destituição dos atuais ministros do Supremo Tribunal Federal.

Zé Trovão está com mandado de prisão expedido pelo STF e é considerado foragido. No vídeo publicado pelo Telegram o caminhoneiro diz que está com ‘sua vida destruída’ e que não irá para a cadeia ‘porque não é bandido’.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Cultura: prazo para inscrever projetos no Promic encerra segunda

Ao todo, o Promic destinará R$ 1.360.000,00 para os projetos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -