- Publicidade -
- Publicidade -

Candidatos se enfrentam em debate púbico em Paranaguá

Trending

bannereleicoes2016750x100

Foto: Grupo Diário do Estado / WhatsApp
Foto: Grupo Diário do Estado / WhatsApp

Em uma noite histórica na política parnanguara, pela primeira vez, candidatos a prefeito protagonizam um enfrentamento público na cidade. Com a notícia do cancelamento do evento promovido por rádios locais, os seis principais concorrentes à prefeitura foram para a frente da Câmara Municipal para discursarem em meio a uma grande concentração de cabos eleitorais de suas respectivas campanhas, e, a eventuais eleitores que passassem desavisados pela região.

Um popular conhecido como Luciano Costa foi escalado para mediar o embate, função que ele já havia desempenhado dias atrás durante evento promovido na Ilha dos Valadares. Todos os candidatos tiveram a oportunidade de subir no trio elétrico para utilizar o equipamento, seguindo a ordem de sorteio – No entanto, o candidato André Pioli (PSC) preferiu permanecer ao lado de um carro de som, posicionado em frente ao caminhão.

Pela ordem, o candidato do PSOL, Professor Hermes, foi o primeiro a falar: Hermes aproveitou o tempo para comentar sobre de sua campanha e dos poucos segundos que seu partido dispõe de tempo de TV. Ele também ressaltou os poucos recursos que dispôs e o apoio que recebeu para a candidatura. O candidato ainda lamentou o cancelamento do Debate no interior da Câmara Municipal.

Na sequência, foi a vez do advogado Gerson Bagé (PRB), que utilizou o tempo para comentar em relação aos demais debates realizados na cidade, e que todos os candidatos que estavam em cima do trio haviam participado dos eventos anteriores.

Alceuzinho Maron (DEM), além de usar o debate público para gravar trechos de seu programa eleitoral, aproveitou para tecer críticas ao candidato André Pioli (PSC). Em um ponto mais alto, Alceuzinho chegou a hostilizar o adversário o chamando de “frouxo” e “pastel de vento”. O candidato, que apareceu em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de votos, no entanto, não apresentou propostas.

Marcelo Roque (PV) foi para cima do palanque e também aproveitou para criticar o adversário mais notável: André Pioli. Nas palavras de Marcelo, ele argumentou que compareceu em todos os debates e finalizou falando de sua família. No campo das propostas, Marcelo enalteceu o trabalho do pai Mário Roque, que por duas vezes, foi prefeito de Paranaguá.

André Pioli (PSC) por sua vez não deixou por baixo: subiu o tom contra os adversários, respondendo as acusações, e aproveitou para falar de suas propostas caso seja eleito prefeito. No entanto, devido a baixa qualidade do carro de som de Pioli, sua fala acabou suprimida pelo barulho dos cabos eleitorais que participavam do encontro. Nas redes sociais, Pioli lançou um vídeo afirmando que os adversários seriam patrocinados pelo mesmo grupo.

O candidato Jozelito (PT) foi o sexto e último a estar com a palavra. Ele também aproveitou o encontro para criticar André Pioli e a aliança com o PSDB. Jozelito ainda teceu críticas contra o deputado federal Fernando Francischinni (SD) que declarou apoio a Pioli em Paranaguá.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Homicídio é registrado no José Richa, em Sarandi

Vítima estava chegando na casa de familiares quando foi surpreendido pelos disparos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -