- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Caos em Brasília: Manifestantes ateiam fogo em ministério

Trending

Foto: Estadão Conteúdo

Cerca de 35 mil manifestantes de diversas entidades sindicais e de esquerda ocupam a esplanada dos ministérios em Brasília, no Distrito Federal, para pedir a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB). Segundo os organizadores, 100 mil participaram.

Mascarados que estavam participando do ato, invadiram um ministério atearam fogo no prédio, que foi evacuado. Fotojornalistas registraram imagens do incêndio no edifício que abriga o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – um dos alvos dos populares.

Segundo a assessoria de imprensa do ministério, o ministro Blairo Maggi estava no local no momento do incêndio, mas conseguiu sair.

Os ministérios da Cultura, do Turismo, Fazenda, Minas e Energia e do Meio Ambiente também tiveram portas, janelas e documentos destruídos pelos mascarados. A Polícia tentou dispersá-los com o uso de bombas de efeito moral, mas sem sucesso. Quatro pessoas foram detidas, segundo a PMDF.

Foto: Colaboração / WhatsApp

Vandalismo

Além da destruição nos prédios públicos, monumentos foram alvos de pichações. A Catedral Metropolitana de Brasília e o Museu da República foram pichados com palavras de ordem.

Forças Armadas

Às 16h desta quarta-feira, o presidente Michel Temer baixou decreto autorizando o uso das Forças Armadas para conter os manifestantes e garantir a proteção dos edifícios na esplanada dos ministérios.

O ministro da Defesa Raul Jungmann deu a informação, justificando o decreto como uma “ação de garantia da lei e da ordem”.

Foto: Murilo Salviano / TV Globo
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Polícia encerra festa com mais de 400 pessoas em chácara na zona leste de Londrina

Menores também estavam no local consumindo bebidas e drogas.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -