- Publicidade -
- Publicidade -

Corpo de mulher é encontrado esquartejado em Curitiba

Trending

CURITIBA, PR
Banda B | Foto: WhatsApp

O corpo esquartejado de uma mulher foi encontrado na noite desta quarta-feira (02) no  bairro Centro Cívico em Curitiba. As pernas foram localizadas na Avenida Cândido de Abreu, enquanto o tronco da vítima estava no córrego do rio Belém, que cruza a rua Aristides Teixeira. As informações são da Banda B.

Ela teria sido morta por asfixia e não aparenta ser moradora de rua. Não havia nenhum documento com a vítima, o que dificulta a identificação; A mulher possui uma tatuagem tribal na perna esquerda, e estava com as mãos amarradas por faixas de arte marcial (azul e branca); ela ainda usava sutiã cinza com rosa, camiseta estampada, roupa íntima preta e calça jeans azul.

O perito Silvestre Ornelas do IML confirmou as informações: “Não hávia sangue, a perna foi cortada depois que ela já estava morta”; Ele ainda ressaltou não acreditar que se trata de uma moradora de rua: “Não aparenta ser e ela usava uma sapatilha de certo valor. Isso mostra que ela pode ter uma classe social elevada”, disse.

A Polícia Militar deteve um suspeito de ter participado do crime. Segundo as informações do tenente Cochek, trata-se de um morador de rua: “De acordo com a descrição de testemunhas, ele parece com a pessoa que jogou o corpo no córrego. Por isso, será encaminhado à delegacia, mas a princípio para ser ouvido”, relatou.

A Polícia e o Corpo de Bombeiros foram acionados após populares verem o cadáver ser jogado no córrego. A tenente Rafaela do CB confirmou que o corpo foi esquartejado. “As pernas foram encontradas em outro ponto. Não dá para identificar a vítima e isso será feito posteriormente no IML”, disse.

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local e preferiram não falar sobre o caso.

Confira mais informações na Banda B

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

STF nega habeas corpus e Zé Trovão continua foragido

Caminhoneiro pediu asilo no México e segue foragido.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -