- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Delegada mantém prisão de suspeitos de matar mulher no centro de Londrina

Trending

LONDRINA, PR – A delegada Jeane dos Santos autuou em flagrante quatro pessoas pela morte da dona de casa Olga Aparecida da Silva, 51, que foi lançada do quarto andar de um prédio na rua Mato Grosso, na tarde deste domingo (24). A principal suspeita recai sobre o empresário Luiz Reis Garcia, 65, que era marido da vítima. Além dele, também são suspeitos os dois irmãos do homem, Amaury Luiz Garcia, 73, e Antonia Helena Garcia, 59, além de seu sobrinho Cleverton Luiz Garcia, de 38 anos.

LEIA SOBRE:


Todos os suspeitos devem responder criminalmente por feminicídio e fraude processual. O caso segue sob investigação da divisão de homicídios da Polícia Civil.

Conforme informado pela delegada Jeane, o corpo de Olga apresentava ferimentos que teriam sido provocados por uma faca antes da queda. Os envolvidos não souberam explicar a lesão e nem informar como a mulher caiu do apartamento. A investigação apurou indícios que a cena do crime havia sido alterada, já que quando os policiais chegaram ao imóvel, perceberam que uma limpeza havia acabado de ser feita, provavelmente para ocultar marcas de sangue.

Vários materiais perfurantes foram apreendidos, mas a faca usada no crime não foi encontrada. Conforme as informações, a porteira do prédio teria presenciado uma discussão do casal, inclusive com agressões, cerca de 20 minutos antes da queda. Para a delegada responsável pelo caso, o marido de Olga não agiu sozinho, devido suas condições físicas, e isso conclui que houve participação de terceiros.

NÃO SABIAM DE NADA

O que mais surpreendeu a polícia foi que, mesmo com a movimentação em frente ao prédio, os suspeitos do crime afirmaram não ter ouvido a mulher pedir por socorro e disseram que não sabiam que ela tinha caído do apartamento. Porém, vizinhos contaram versões opostas e disseram que, antes da morte de Olga ouviram uma intensa gritaria vindo do imóvel.

Os dois irmãos do empresário Luiz Garcia, que também estão presos, tentaram deixar o condomínio logo após o acontecido, mas foram impedidos pela portaria. Garcia já foi candidato a vereador em Londrina no ano de 2008.


ENVIE FOTOS, VÍDEOS E DENUNCIAS PARA O WHATSAPP (43) 99142-9220 DO 24HORAS

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Mulher de 31 anos morre após acidente na Castelo Branco, em Londrina

Acidente aconteceu na tarde de sábado no Jardim Hedy.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -