- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Homem é morto por GM após confusão na UPA Sabará

Trending

DIÁRIO 24H
LONDRINA | ATUALIZADA 15h50

José Vilmo Silvestre da Silva, 40 anos, morreu após uma confusão iniciada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Sabará, zona oeste de Londrina, no começo da tarde desta quinta-feira (30).

Conforme a direção da unidade, o homem aguardava atendimento médico quando se mostrou agitado e ameaçava quebrar equipamentos do local por conta da demora em ser chamado. Um agente da Guarda Municipal (GM) que estava na UPA foi acionado e tentou conter o paciente, mas sem sucesso.

Inesperadamente durante a confusão, o homem saiu correndo e foi perseguido pelo GM, que acabou o alcançando na rua Estácio de Sá, nas proximidades. Os dois entraram em luta corporal, e então o guarda atirou no rapaz.

VERSÃO DO GM

Segundo a versão apresentada pelo GM, o homem conseguiu pegar seu revólver calibre 38, e foi baleado para evitar que ele atirasse em outras pessoas. Durante os disparos, pedestres que passavam pelo local se esconderam para não serem atingidos. Para reagir, o agente contou que portava outra pistola e atirou duas vezes contra o homem.

Uma investigação será aberta para apurar a versão contada pelo guarda, que disse ainda que o homem teria efetuado três disparos usando sua arma de fogo. A arma em questão será recolhida e analisada.

A perícia identificou que José foi baleado duas vezes – na cabeça e no abdômen – o corpo dele foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Londrina e aguarda liberação.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Corpo é encontrado na praça da juventude na zona sul de Londrina

Mulher tinha ferimentos provocados por faca pelo corpo.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -