- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Justiça ouve testemunhas em processo de PM acusado de matar cinco pessoas em Tamarana

Trending

LONDRINA, PR –  Nesta segunda-feira (19), a Justiça de Londrina, no norte do Paraná, realizou a primeira audiência do policial militar Marcelo Bonfim Ledo, acusado de matar cinco pessoas em Tamarana, na mesma região. Cada assassinato é apurado em uma ação penal diferente.

A audiência desta segunda referiu-se à morte de Everson Gomes, morto em março de 2017, em frente à Prefeitura de Tamarana, e tramita na 1ª Vara Criminal de Londrina. Neste primeiro momento, duas testemunhas de acusação indicadas pelo Ministério Público (MP) foram ouvidas.

A esposa de Gomes, que seria a terceira testemunha, não foi localizada. Ela e outras oito testemunhas de defesa serão ouvidos em uma nova audiência, em 23 de março, às 14h15. O réu também poderá ser interrogado nesta ocasião.

Depois de ouvir Ledo, a juíza Elisabeth Kather estabelece um prazo para que acusação e defesa apresentem as alegações finais. Ela decide, então, se o réu é inocente; se o processo pode ser arquivado, mas reaberto a partir de novos indícios; ou se o caso será julgado pelo Tribunal do Júri. Ainda não há prazo para esta decisão.

CRIMES

Marcelo Bonfim Ledo é acusado de matar cinco pessoas. Ele também é suspeito de outros nove homicídios e oito tentativas de homicídio. Todos os crimes foram cometidos em Tamarana.

Segundo a promotoria, o réu, que está afastado da Polícia Militar (PM) desde 2012 por “transtorno depressivo”, usava um carro para se aproximar das vítimas e um rifle com silenciador para matá-las. Os assassinatos foram cometidos depois do afastamento do policial.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida, mas a suspeita é de que Ledo se considerava “um justiceiro”.

O réu está preso desde janeiro em um quartel da PM em Curitiba.

DEFESA

O advogado de defesa de Ledo afirmou que não há provas contra o cliente e que as investigações ainda estão no início.

(Com informações do G1)

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Londrina proíbe música ao vivo em bares e ambientes externos

Revogação de portaria limita apresentações a ambientes com projeto acústico.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -