- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Morador de rua é condenado por matar cabeleireiro em Londrina

Trending

LONDRINA, PR – A justiça condenou o morador de rua Rogê de Souza Silva a 26 anos e 130 dias de prisão em regime fechado por participar do assassinar o cabeleireiro Sandro José da Silva, ou ‘Sandro Tagliari’ como era conhecido. Sandro foi torturado e morto em 26 de junho de 2017 em um crime que chocou a cidade.

Rogê foi preso em julho do ano passado no Marco Zero após ser identificado pela investigação como autor do crime, conforme apurado pela polícia.

O CRIME

Tagliari havia deixado um bar na avenida Bandeirantes dirigindo o próprio carro, e encontrou duas pessoas próximo da Catedral Metropolitana. Em seguida ele foi até um motel no jardim Paulista. Um dos acompanhantes da vítima era Rogê de Souza Silva, que junto com Valdir Mariano da Silva, de 35 anos, praticaram o crime e desovaram o corpo do cabeleireiro na estrada velha da Warta.

A vítima foi amordaçada, torturada e espancada. Na sequência dos fatos, os criminosos fugiram levando pertences do cabeleireiro, e o carro, um Fiat Punto. O corpo foi encontrado no dia seguinte, e estava completamente sem roupas.

Segundo a polícia, Rogê vendeu o carro de Sandro para um homem identificado como Michel Vitalino, condenado a um ano e seis meses em regime aberto por receptação, além de ter que prestar serviços comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Homicídio é registrado no José Richa, em Sarandi

Vítima estava chegando na casa de familiares quando foi surpreendido pelos disparos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -