- Publicidade -
- Publicidade -

MPF denuncia Paulo Bernardo por organização criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro

Trending

cms-image-000504168
Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal de São Paulo (MPF-SP), oferece denúncia contra Paulo Bernardo (PT-SP) e mais 19 pessoas, por uma organização criminosa arquitetada no Ministério do Planejamento no período de seis anos (entre 2009 e 2015). O montante de dinheiro lavado neste espaço, chega aos 100 milhões de reais.

Até a manhã desta segunda-feira (01), o MPF ofereceu denúncias também contra João Vaccari Neto, ex tesoureiro do PT e mais 13 pessoas.

O grupo de pessoas que interagia no esquema de corrupção é muito grande, o procurador Andrey Borges de Mendonça, fala sobre o envolvimento prático de Bernardo no esquema: “Paulo Bernardo tem ciência de tudo no esquema, ele nomeia as pessoas chaves para os cargos e ele tem ciência de tudo e participa ativamente nos bastidores, ele não aparece formalmente, mas tomava as decisões”, diz.

2016-08-01 12.12.26

RESPOSTA DA ADVOGADA VERÔNICA A. STERMAM, QUE REPRESENTA O EX-MINISTRO PAULO BERNARDO

“O ex-ministro Paulo Bernardo reitera que não participou ou teve qualquer ingerência na celebração ou manutenção do acordo de cooperação técnica celebrado autonomamente entre a Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e as associações de Bancos e Previdência (ABBC e SINAPP). Também reitera que não se beneficiou de qualquer quantia da Consist, quer direta ou indiretamente. Por fim, espera e acredita que a Justiça reconhecerá a improcedência das acusações.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

MP investiga compra de oxigênio para postos de saúde e UPAs de Londrina

Prefeitura pagou três vezes mais pelo produto no auge da pandemia.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -