- Publicidade -
- Publicidade -
Array

Preso segundo suspeito de matar Uber em Londrina

Trending

LONDRINA, PR – O segundo suspeito de ter participado da morte do motorista da Uber Vanderlei Teixeira da Silva, de 33 anos, em Londrina, no norte do Paraná, se apresentou hoje à polícia. Ele e o outro homem envolvido no crime estão presos devem ser apresentados pela Polícia Civil durante uma coletiva de imprensa, marcada para a manhã desta terça-feira (6), na 10ª Subdivisão Policial.

Os indícios do crime apontam para um latrocínio, que é roubo seguido de morte. De acordo com a polícia, os criminosos quiseram roubar o celular do motorista, que reagiu e foi esfaqueado na madrugada de domingo, na Avenida Duque de Caxias, no Centro.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros foram chamados para atender a vítima, mas quando eles chegaram, por volta das 5h, o motorista já estava morto.

Silva trabalhava como motorista do aplicativo há três meses, sempre aos fins de semana e durante a madrugada, para complementar a renda. Conforme a família, durante a semana ele trabalhava como caminhoneiro.

O corpo da vítima foi enterrado no início desta segunda-feira (5), no cemitério Jardim da Saudade. Motoristas do aplicativo participaram do cortejo fúnebre para protestar. Os manifestantes seguiram para o escritório da Uber para pedir por mais segurança. Segundo a organização da manifestação, cerca de 60 carros participam do ato.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

STF nega habeas corpus e Zé Trovão continua foragido

Caminhoneiro pediu asilo no México e segue foragido.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -