- Publicidade -
- Publicidade -

Professores estaduais iniciam greve geral na próxima segunda-feira

Trending

Cerca de dois mil professores da rede estadual de ensino aprovaram na manhã desta quarta-feira (12) o início da greve geral da categoria, que deve começar já na próxima segunda-feira (17).

O estopim da deflagração foi o governo ter voltado atrás no seu compromisso de pagamento da data-base para janeiro de 2017, conforme conquista da última greve da categoria, enviando à Assembleia Legislativa uma proposta que suspende o pagamento do direito e condiciona o pagamento das promoções e progressões (são mais de 600 milhões em atraso) às sobras do caixa do Estado.

A pauta de reivindicação desta greve é a retirada das emendas da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), contidas na Mensagem 043/2016 que acabam\alteram o pagamento da data-base; pagamento das dívidas com os(as) educadores(as) (promoção e progressão, equiparação do salário dos funcionários e funcionárias agente I ao mínimo regional e reajuste de vale transporte para os educadores e educadoras PSS), a retirada da falta do dia 29 de abril; a manutenção do PDE e das licenças especiais.

A paralisação também é motivada pela aprovação da PEC 241 no Congresso Nacional e também contra a MP do Ensino Médio e a reforma da previdência.

Segunda greve

Esta é a segunda grande mobilização de professores estaduais desde que o governador Beto Richa assumiu o segundo mandato, em 2015. No ano passado, a categoria realizou uma grande greve para tentar impedir a aprovação na Assembleia Legislativa de projetos que mexiam na Paranaprevidência. Os professores chegaram a ocupar as galerias da Alep para impedir a votação.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Mulher de 31 anos morre após acidente na Castelo Branco, em Londrina

Acidente aconteceu na tarde de sábado no Jardim Hedy.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -