- Publicidade -
- Publicidade -
Array

TCGL “aperta” município e confirma fim das operações do Psiu

Trending

Em operação na cidade desde 2011, a linha de transporte público conhecida como Psiu sofrerá uma drástica redução em sua frota a partir do próximo sábado (19). A Transportes Coletivos Grande Londrina (TCGL), que responde por metade dos micro-ônibus azuis em circulação, confirmou que deixará de oferecer o serviço ao final desta semana, quando se encerra seu contrato com o município.

Com a medida, deixarão de circular as linhas 011 (Santa Rita), 013 (Shopping Catuaí), 023 (Evangélico). A outra metade das linhas do Psiu são de responsabilidade da Londrisul, a qual dará continuidade em suas operações, apenas de segunda a sexta-feira. O valor da tarifa se manterá na faixa de R$ 5,50.

A assessoria de imprensa da Companhia de Trânsito e Urbanização (CMTU) corroborou a informação e acrescentou que a Grande Londrina, ao protocolar a solicitação de encerramento, justificou-a em fatores como a “redução da demanda do número de passageiros”.

Há que se admirar, porém, que o fim das operações do Psiu venha a ocorrer justamente agora, em meio ao verdadeiro embate entre a TCGL e o Município de Londrina com respeito à nova licitação do transporte coletivo, cuja suspensão – determinada pelo TCE em resposta a um pedido da própria companhia privada – foi surpreendentemente revogada no último dia 10 (quinta-feira) e novamente estabelecida hoje (quarta-feira, 16), menos de uma semana depois.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Bolsonaro amplia ProUni para alunos de escolas particulares

Critérios de exigência de renda para ingresso foram mantidos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -