- Publicidade -
- Publicidade -

Aeroporto de Cornélio Procópio recebe quase R$ 5 milhões para modernização

Terminal vai receber voos da Azul a partir de 2022.

Trending

Em mais um passo no processo de consolidação do Voe Paraná, o maior programa de aviação regional do País, o Governo do Estado finalizou o convênio que vai permitir a modernização da pista de pouso e decolagem do aeroporto Francisco Lacerda Junior, em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro. O investimento é de R$ 4.771.057,10. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (03) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) durante visita à cidade.

O recape em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) será em toda a pista, uma extensão de 1.680,33 metros e área total de 42.736,41 metros quadrados. Além disso, está previsto também a implantação de balizamento noturno do equipamento, o que irá ampliar os horários para pousos e decolagens.

“É um investimento significativo em infraestrutura, que vai permitir a cidade se desenvolver. Um aeroporto em condições resulta na atração de novas indústrias e de mais emprego e renda para a população. Impacta também no turismo de uma região que já conta com grandes resorts e outros tantos que estão se instalando”, comentou o governador.

“Mas essa obra vai além. Possibilitará salvar vidas com a permissão para voos noturnos. São mais UTIs aéreas que poderão se deslocar, são mais aeronaves que fazem o transporte de órgãos também”, acrescentou.

“O Governo do Paraná está presente em toda a nossa região com diferentes obras e intervenções. São conquistas que vão além de Cornélio Procópio, vão beneficiar toda a comunidade. Esse aeroporto terá um impacto muito grande na vida da população, um bem que vai ajudar a salvar vidas”, disse o prefeito da cidade, Amin Hannouche.

Ratinho Junior reforçou que a modernização do aeroporto regional faz parte do planejamento de transformar o Paraná no hub logístico da América do Sul.

Governador assina recursos para aeroporto de Cornélio Procópio – Foto: AEN

Ele lembrou que além do modal de Cornélio Procópio, outros 13 terminais aéreos serão completamente reformulados nos próximos anos, um investimento de mais de R$ 1,5 bilhão – estão com obras em andamento ou com projeto avançado, para começar nos próximos meses, os equipamentos de Curitiba (Afonso Pena e Bacacheri), Londrina, Loanda, Paranavaí, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Arapongas e Siqueira Campos.

Já os aeroportos de Cascavel, Umuarama e Maringá foram entregues recentemente.

“Cornélio Procópio será a sede para atender toda a região, ajudando os municípios vizinhos a se desenvolver. E quando Cornélio Procópio vai bem, o Paraná vai bem”, afirmou Ratinho Junior.

VOOS

Secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex destacou que a partir da obra, Cornélio passa a ser mais um polo para a aviação regional, ajudando no deslocamento rápido para Curitiba, Londrina e o interior de São Paulo. A iniciativa integra o Voe Paraná, programa retomado em setembro pelo Governo do Estado, após 18 meses de paralisação em razão da pandemia da Covid-19.

“Retomamos os voos, mas não só em Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, as grandes cidades. São voos que chegam em todas as regiões e transformam a vida dos municípios” destacou.

A Aerosul, companhia aérea paranaense, por exemplo, opera as linhas Curitiba-Pato Branco, Curitiba-Apucarana e Curitiba-Arapongas. A empresa pretende até o fim do ano instalar as ligações Curitiba-Londrina, Curitiba-Telêmaco Borba, Curitiba-Francisco Beltrão, Curitiba-União da Vitória, Curitiba-Cornélio Procópio, Curitiba-Guaíra, Curitiba-Guarapuava e Londrina-Foz do Iguaçu-Assunção (Paraguai).

Já a Azul Linhas Aéreas anunciou em outubro que 11 cidades terão novas linhas operadas pela companhia e outras quatro terão suas operações retomadas após a paralisação durante a pandemia. “A companhia atendeu a um pedido do governador, que quer ver a infraestrutura espalhada por todo o Paraná”, afirmou o secretário.

As cidades que voltam a receber voos da companhia são Ponta Grossa (Campos Gerais), Toledo (Oeste), Pato Branco (Sudoeste) e Guarapuava (Centro-Sul). As linhas serão reativadas em dezembro com voos às segundas, quartas e sextas. As passagens, inclusive, já estão sendo comercializadas.

Já as novas linhas serão inauguradas ao longo de 2022. As 11 cidades que passam a integrar a malha da companhia são Guaíra (Oeste), Paranavaí (Noroeste), Francisco Beltrão (Sudoeste), Cornélio Procópio (Norte), União da Vitória (Sul), Cianorte (Noroeste), Campo Mourão (Centro-Oeste), Telêmaco Borba (Campos Gerais), Arapongas (Norte) e Apucarana (Vale do Ivaí).

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Câmara de Curitiba aprova projeto que adia reajuste do IPTU em 2022

Proposta da prefeitura define que reajuste deve ser aplicado somente em 2023.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -