- Publicidade -
- Publicidade -

Após denúncias, Justiça determina inspeção na Penitenciária Estadual de Cascavel

Trending

CASCAVEL, PR – A Justiça determinou inspeções na Penitenciária Estadual de Cascavel, no oeste do Paraná, em razão de denúncias feitas pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) que apontam irregularidades nas obras do local.

Segundo o despacho, assinado pela juíza Claudia Spinassi, da Vara de Corregedoria dos Presídios de Cascavel, a PEC pode ser interditada caso providências não sejam tomadas. A juíza determina que as inspeções sejam feitas pelo Corpo de Bombeiros e pela Vigilância Sanitária e que a direção da penitenciária informe “quais medidas estão sendo adotadas e quais serão adotadas para regularizar as pendencias”.

A Justiça ordenou que o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) tome providências para “evitar que o estabelecimento penal seja interditado (…) por descumprimento das regras que o próprio Estado criou”.

O prazo para que os órgãos cumpram as determinações é de 10 dias, a partir da data em que forem notificados.

REBELIÃO

Em novembro de 2017, uma rebelião que durou 43 horas acabou com a morte de um detento e deixou três agentes penitenciários e 28 presos feridos.

Quatro dias após o motim, seis presos fugiram do local através de um túnel cavado durante a rebelião.

DANOS

Imagens aéreas mostraram os estragos causados pela rebelião: dois túneis foram encontrados e o local sofreu vários danos estruturais.

O Depen afirmou que ainda não foi notificado oficialmente sobre a decisão da juíza, e informou que todos os presos já retornaram às celas e que a assistência e serviços foram normalizados.

A Paraná Edificações, responsável pelas obras de reconstrução da PEC, disse que vistoriou o imóvel e constatou que, diante dos estragos causados pelo motim, é necessário fazer um laudo técnico minucioso para diagnosticar a situação atual do prédio.

A entidade disse ainda que pretende tomar as providências, de acordo com o que determinar formalmente a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp).

(Via G1)

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Suspeito é morto em confronto com a PM na zona norte de Londrina

Indivíduo estaria praticando tráfico de drogas no local.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -