- Publicidade -
- Publicidade -

Fiscalização urbana interdita eventos clandestinos em Curitiba

Trending

Neste fim de semana a Aifu ( Ação Integrada de Fiscalização Urbana) percorreu os bairros de Curitiba a fim de conter o desrespeito às normas estabelecidas para o controle da covid-19. A força tarefa organizada por equipes da prefeitura e do governo federal realizou um total de 86 vistorias que resultaram em 63 autos de infração lavrados e a interdição de 13 estabelecimentos, entre casas de eventos, boate, motel, distribuidora de bebidas, bares e tabacaria.

A ação flagrou aglomerações em uma boate no Mossunguê e em uma casa de eventos no Batel, na noite de sexta-feira, e uma festa clandestina no Umbará, no sábado contrariando  o decreto municipal nº 630,  em que as atividades comerciais de rua não essenciais só podem funcionar nas modalidades delivery e drive thru. 

Ao todo, os autos de infração lavrados somaram R$ 509.450, desse total, 40% foram destinados a pessoas físicas que participavam de reuniões com aglomeração e sem o uso de máscaras. As medidas foram tomadas com base na Lei 15.799/2021, que regulamenta  as punições para pessoas físicas e jurídicas que descumprirem as medidas contra a disseminação da Covid-19 na cidade. 

Desde o início da Lei, em 5 de janeiro, foram vistoriados 1.778 estabelecimentos, sendo que 434 tiveram suas atividades paralisadas e 785 autos foram lavrados, totalizando R$ 8.660.300 em multas. 

Para denunciar aglomerações, reuniões ou o funcionamento de comércios não essenciais fora do horário estabelecido em meio a pandemia, ligue  para o telefone de emergência 153. 

*Estagiária com supervisão do jornalista Derick Fernandes

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Vereadores aumentam salário do prefeito de Paranaguá de R$ 16 para quase R$ 26 mil

Também sobem os salários do vice-prefeito e dos secretários municipais.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -