- Publicidade -
- Publicidade -

Governo revoga toque de recolher e libera eventos com até mil pessoas no Paraná

Teatros e apresentações podem voltar a acontecer, seguindo medidas sanitárias.

Trending

Diante da melhora dos indicadores da Covid-19 no estado, o governo decidiu revogar as medidas de restrição e flexibilizou a realização de eventos. O último decreto (8.705/21) assinado pelo governador Ratinho Junior nesta terça-feira (14) vale até 01/10.

Segundo a Secretaria de Saúde (SESA) o decreto pode ser alterado se forem observados aumento na ocupação de leitos e no número de casos de Covid-19.

O último decreto restringia a circulação após a meia-noite. Com o novo texto, o toque de recolher foi revogado, e a venda de bebidas alcoólicas durante o período noturno pode ser feita sem restrições.

Ainda segundo a norma, eventos podem receber até mil pessoas (atualmente o limite é de 400) desde que respeitada a capacidade de 50% de lotação para locais fechados e 60% para locais abertos. Os participantes dos eventos devem estar com esquema vacinal completo contra o coronavírus ou apresentar exame RT-PCR negativo com no máximo 48h.

Continuam proibidos eventos que:

  • Sejam em local fechado, sem sistema de climatização;
  • Que demandem a permanência do público em pé durante sua realização;
  • Com duração superior a 6 horas;
  • Que não consigam garantir o controle de público no local;
  • Festivais e exposições;
  • Eventos internacionais;
  • Dançantes ou que demandem interação física do público.

Cabe à SESA editar, por meio de ato normativo próprio, um cronograma de flexibilização das normas restritivas empregadas no controle da pandemia, de acordo com o avanço da vacinação, de forma gradativa e escalonada, condicionado à avaliação dos indicadores de monitoramento dos casos de Covid-19 no Paraná.

NÚMEROS

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Sesa nesta terça-feira (14), o Paraná soma 1.474.961 casos e 37.944 óbitos pela Covid-19.

A média móvel de casos, porém, é 56,6% menos do que há 14 dias. A redução de mortes no mesmo período ficou em 50%.

Já a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratamento da doença está em 55%, enquanto taxa de ocupação dos leitos de enfermaria é de 39%.

Também nesta terça-feira, o Estado ultrapassou a marca de 8 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose (D1) ou dose única (DU) do imunizante contra a Covid-19. Em números absolutos, 8.011.769 doses foram aplicadas na população adulta, entre D1 e DU.

A estimativa do Ministério da Saúde é que o Paraná tenha 8.720.953 pessoas elencadas como população vacinável – acima de 18 anos. Sendo assim, o Estado atingiu agora 91,8% deste grupo com ao menos uma dose. Os dados são do Vacinômetro nacional, com informações da base do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Desde o início da campanha no Estado, 11.785.711 doses foram aplicadas, sendo 7.689.951 D1, 321.818 DU e 3.773.942 segundas doses (D2), dos quatro imunizantes disponíveis: AstraZeneca, CoronaVac, Janssen e Pfizer.

A estimativa da Sesa é fechar setembro com 100% da população adulta vacinada com a primeira dose ou dose única.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Prefeitura de Londrina libera presença de público em jogos no Estádio do Café

Até 5 mil torcedores poderão acompanhar próximo jogo do LEC.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -