- Publicidade -
- Publicidade -

Londrina é reconhecida por intensificar investimentos em turismo

Cidade está apostando na criação de monumentos e revitalização de parques.

Trending

O prefeito Marcelo Belinati, e o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, foram reconhecidos pela intensificação nos investimentos em turismo e nas atividades desenvolvidas para fortalecer o setor.

Belinati recebeu o certificado “Prefeito Amigo do Turismo”, que é concedido aos gestores com foco na economia sustentável e em atividades desenvolvidas para proporcionar crescimento no setor. O certificado foi concedido pelo Movimento Supera Turismo Brasil, que busca sensibilizar prefeitos em todo o país, para que apostem em formas mais rápidas em geração de emprego e renda, criem atrativos e aumentem os já existentes.

Nessa toada, a revitalização do Lago Igapó II, além da implantação do letreiro “Eu Amo Londrina” e a criação de um vídeo institucional divulgando a cidade garantiram mais visibilidade do município e consequentemente auxiliaram no aquecimento da economia de serviços, mesmo durante o período da pandemia – em que, muito embora os números sejam pessimistas a nível nacional, eles teriam sido piores se tais medidas não fossem tomadas.

Prefeito Marcelo Belinati e presidente da Codel, Bruno Ubiratan – Foto: Divulgação / Codel

Belinati disse estar na expectativa para que a cidade volte a ter um movimento ainda maior com o turismo no período pós-pandemia: “Quando isso passar Londrina já está com tudo em dia para voltar a comemorar a vida com o turismo“, disse.

O presidente da Codel, Bruno Ubiratan, ressaltou ainda outras ações que estão sendo adotadas a médio prazo, como por exemplo a construção do Centro de Convenções de Londrina, e o investimento em lazer.

“Recentemente colocamos um letreiro no Lago Cabrinha, um ato simples mas que cria essa identidade local. Ainda estamos investindo em outros projetos, para impulsionar o turismo de negócios, atrair investimentos hoteleiros e ter mais mais visitantes em Londrina. A intenção é que a cidade se projete, ganhe monumentos, valorize seus espaços públicos”, comentou com entusiasmo.

PORTA DE ENTRADA

O turismo representa 8% do PIB nacional, gera 7 milhões de empregos e mexe com toda a cadeia produtiva – bares, restaurantes, hotéis, pousadas, transportes, comércio em geral e uma lista enorme de serviços relacionados.

Cidades como Primeiro de Maio e Sertaneja, na região norte, estão se preparando para receber milhares de visitantes por conta dos novos resorts em construção e dos condomínios e casas de veraneio em torno dos rios Paranapanema e Tibagi.

Bruno Ubiratan, presidente da Codel, tem convicção de que Londrina será a porta de entrada e saída dos turistas, por conta do aeroporto, da rodoviária regional e dos setores de serviços, comércio e hospedagem vibrantes.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Cultura: prazo para inscrever projetos no Promic encerra segunda

Ao todo, o Promic destinará R$ 1.360.000,00 para os projetos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -