Região de Londrina registra pontos de bloqueio de caminhoneiros na PR-445

Motoristas estão sendo orientados a estacionar nesses locais.

- Continua depois da publicidade -

Trending

Caminhoneiros adeptos da paralisação em defesa do governo de Jair Bolsonaro estão bloqueando a passagem de outros caminhões em ao uma rodovia na região de Londrina. O ponto de protesto mais expressivo é a PR-445 entre Cambé e o distrito da Warta, na região metropolitana, e principal acesso Sertanópolis.

Todos os caminhões estão sendo parados e orientados a estacionar, no entanto, alguns motoristas se recusaram a aderir o movimento foram hostilizados pelos manifestantes.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) acompanha a mobilização.

O movimento é em apoio a Bolsonaro e se intensificou após um vídeo do caminhoneiro Zé Trovão conclamando o bloqueio total das rodovias do país a partir de hoje. O objetivo é causar uma crise econômica e de alimentos, para forçar uma ruptura institucional, com a destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

O próprio presidente Jair Bolsonaro pediu a desmobilização dos protestos, temendo que haja uma crise econômica sem precedentes – o que ameaça a governabilidade do país. Em um áudio confirmado pelo ministro da Infraestrutura, Bolsonaro pediu que as rodovias sejam liberadas e os caminhoneiros sigam a vida.

O caminhoneiro foragido Zé Trovão, que é procurado após ordem de prisão do STF, pediu “pelo amor de Deus” que Bolsonaro pensasse direito e passasse a apoiar a mobilização.

ATUALIZAÇÃO 08h10

Segundo atualização da PRE, caminhoneiros começaram a deixar o ponto de bloqueio na PR-445 em Cambé. Alguns caminhões já deixaram o local e seguiram viagem aos seus respectivos destinos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Cultura: prazo para inscrever projetos no Promic encerra segunda

Ao todo, o Promic destinará R$ 1.360.000,00 para os projetos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -