- Publicidade -
- Publicidade -

Sercomtel é privatizada por R$ 130 milhões; leilão durou nove minutos

Trending

A Bordeaux Fundo de Investimentos, com sede em São Paulo, obteve preferência no aumento de capital social da Sercomtel Telecomunicações, ao oferecer um lance de R$ 130 milhões, durante leilão ocorrido na manhã desta terça-feira (18). O certame, realizado na Bolsa de Valores B3, em São Paulo, durou nove minutos.

“Não tenho dúvidas de que foi a melhor solução. Sem as amarras do poder público, a Sercomtel poderá se expandir para todo o Brasil. Para mim, a Sercomtel é um diamante a ser lapidado!”, afirmou o prefeito Marcelo Belinati. Ele esteve no leilão presencial acompanhado do presidente da empresa, Cláudio Tedeschi, do secretário municipal de Governo, Juarez Tripadalli e o presidente da Copel Telecom, Wendell Oliveira.

O prefeito informou informou que o fundo de investimento pagou R$ 0,10 por ação da empresa, um ágio de 900% do valor inicial que era de R$ 0,01.O leilão faz parte do processo de desestatização da companhia, que busca, por meio da reestruturação societária, transferir o controle da Sercomtel para a iniciativa privada. Atualmente, os maiores acionistas da companhia são o Município de Londrina e a Companhia Paranaense de Energia Elétrica (COPEL).

O lance mínimo estipulado para o leilão era R$ 130 milhões, dos quais R$ 50 milhões devem ser pagos de forma adiantada, enquanto outros R$ 80 milhões serão usados conforme a necessidade de caixa da operadora. O certame ainda precisa ser homologado para, na sequência, ser assinado o contrato de cessão. O processo deve levar até 90 dias. Não se sabe ainda sobre a possível demissão de funcionários ou abertura de Plano de Demissão Voluntária (PDV)

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Homicídio é registrado no José Richa, em Sarandi

Vítima estava chegando na casa de familiares quando foi surpreendido pelos disparos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -