- PUBLICIDADE -
Londrina

TCGL não resolve impasse com funcionários e greve deve continuar em Londrina

A diretoria da Transportes Coletivos Grande Londrina (TCGL) não conseguiu resolver o impasse com os funcionários da empresa sobre o pagamento do adiantamento salarial, previsto para o dia 20 de janeiro, mas que está em atraso sob a alegação de crise financeira.

Dessa forma, os funcionários da empresa, que também contra a TIL (transporte metropolitano), seguem em greve pelo menos até segunda-feira (25).

A TCGL alega não ter dinheiro em caixa para pagar o adiantamento e também não conseguiu obter crédito emergencial para quitar os valores. A proposta da empresa era para que os motoristas voltassem ao trabalho para arrecadar a verba ao longo do fim de semana com as passagens dos usuários.

Entretanto, a proposta não foi aceita. Segundo informações extraoficiais, a Grande Londrina busca outras formas de cumprir com as obrigações trabalhistas mas ainda não tem um horizonte definido.

Por outro lado, a Londrisul, que opera 35% das linhas, fez o pagamento ainda na tarde desta sexta. Há a possibilidade dos ônibus da empresa voltarem a circular ainda hoje devido a isso. Mais cedo, a companhia emitiu comunicado interno garantindo o depósito até o fim do dia.

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recentes Mais Votada
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Botão Voltar ao topo