- Publicidade -
- Publicidade -

Cidades do Paraná decidem autorizar abertura do comércio em meio à pandemia

Trending

As cidades de Ponta Grossa, Jaguapitã, Ibaiti e Guarapuava decidiram liberar, mesmo que parcialmente, a abertura do comércio e de outros estabelecimentos a partir desta segunda-feira (06), em meio à pandemia de coronavírus.

Na contramão das medidas adotadas em outras cidades, as prefeituras dos três municípios decidiu pela autorização, porém estipulando regras para os empresários.

Em Ponta Grossa, por exemplo, o retorno das atividades será feito por escalas. A maior parte dos setores poderão abrir as portas apenas duas vezes por semana, como lojas de móveis e eletrodomésticos (segunda e quinta), lojas de calçados e confecções (terça e sexta), e bancas e informática (quarte e sábado).

Estabelecimentos que fazem atendimento individual, como salões de beleza, podem abrir de segunda a sábado, apenas com hora marcada. Os locais não podem ter sala de espera, segundo a prefeitura.

Já em Jaguapitã, a abertura do comércio é normal, sem escalas, mas com a orientação de evitar aglomerações. A prefeitura cedeu à pressão de empresários locais, que alegavam perdas irreparáveis na economia. O mesmo caminho foi seguido por Ibaiti, que determinou redução do horário em que as lojas ficarão abertas.

GUARAPUAVA OBRIGA USO DE MÁSCARAS

Em Guarapuava, na região central do Paraná, também autorizou a volta do comércio, mas com escala reduzida e com a obrigatoriedade do uso de máscaras para os trabalhadores. A determinação da prefeitura também vale para o transporte coletivo, onde passageiros só poderão embarcar se estiverem de máscara.

A cidade, como Ponta Grossa, também adotou escalas para a abertura das lojas, e determinou o fechamento total do comércio no fim de semana.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Homicídio é registrado no José Richa, em Sarandi

Vítima estava chegando na casa de familiares quando foi surpreendido pelos disparos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -