- Publicidade -
- Publicidade -

Chape pede exclusão do Nacional após torcedores imitarem avião em provocações

Trending

O jogo entre Chapecoense e Nacional pela Copa Libertadores da América ainda vai render muito, isso porque a Chapecoense entrou com ação junto à Conmebol pedindo a exclusão do time uruguaio da competição. A decisão acontecer após os torcedores o Nacional serem flagrados imitando um avião na Arena Condá, zombando da tragédia aérea sofrida pelo clube brasileiro em novembro de 2016.

“A Associação Chapecoense de Futebol pede, no mérito, que o Club Nacional de Football seja excluído da Conmebol Libertadores, com base nos artigos 8 e 14, do regulamento (geral de competições da Conmebol)”, explicou a diretoria em nota oficial.

A decisão da Chape foi fundamentada nos artigos do regulamento disciplinar da Conmebol onde constam que o a os clubes são responsáveis “pelo comportamento de seus jogadores, oficiais, membros, público assistente e torcida”.

A Conmebol anunciou a abertura de um processo disciplinar contra o Nacional. Segundo a própria entidade, entre as punições previstas em caso de condenação estão multa de no mínimo US$ 3 mil, perda de mando de campo ou até exclusão da competição.

Após a derrota da Chapecoense por 1 a 0 diante do Nacional, na última quarta-feira, na Arena Condá, imagens da televisão mostraram que alguns uruguaios abriram os braços e imitaram avião nas arquibancadas. Como era de se esperar, o episódio gerou repercussão bastante negativa ao clube.

O próprio Nacional divulgou nota se desculpando com a Chapecoense na quinta. “É muito difícil encontrar as palavras adequadas. Apelamos à vossa indulgência para compreender nossa inquietação e aceitar nossas desculpas”, disse. Já nesta sexta, explicou que um dos torcedores foi expulso do quadro de sócio-torcedor e está impedido de acompanhar in loco os eventos esportivos do clube.

Inicialmente, a Conmebol informou que o Nacional tem até a próxima quinta-feira para apresentar a sua defesa neste processo. A Chapecoense, porém, tenta antecipar o julgamento para antes do confronto de volta entre as equipes, marcado para quarta que vem, em Montevidéu. Se isso não for possível, tentará o adiamento da partida.

(Com informações da Tarobanews)

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Suspeito é morto em confronto com a PM na zona norte de Londrina

Indivíduo estaria praticando tráfico de drogas no local.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -