- Publicidade -
- Publicidade -

PM promete resposta dura após atentado a policiais na região de Londrina

Comandante-geral veio de Curitiba visitar soldado que foi baleado.

Trending

O comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira esteve em Londrina na manhã desta terça-feira (28) para visitar o soldado Eder Ricardo de Paula, que está internado no Hospital Universitário.

Ele foi transferido da Santa Casa de Londrina, onde recebeu atendimento após ser ferido com um tiro no pescoço em um atentado registrado na zona rural de Mirasselva, na região metropolitana.

O atentado aconteceu no final da tarde de segunda-feira (27). Eder estava de serviço quando foi baleado por homens que fugiram em um Renault Sandero preta. O carro usado no crime foi encontrado incendiado momentos depois.

A Polícia Militar confirmou que o crime se tratou de uma emboscada contra a equipe. A motivação pode estar relacionada à operações que a PM tem feito na região em repressão ao crime organizado e ao tráfico de drogas.

Em entrevista, o coronel Hudson Teixeira prometeu ‘resposta à altura’ aos criminosos que atacaram os policiais. Ele afirmou que toda a estrutura da Polícia Militar está sendo mobilizada para repressão aos atos criminosos e também para localizar os três homens envolvidos no ataque ao PM.

Coronel Hudson no Hospital Universitário de Londrina – Foto: Divulgação / PM

O outro policial que estava junto com Eder não ficou ferido. Ele informou que o rádio não funcionou quando houve a necessidade de pedir reforços, mas conseguiu contato com outros policiais em seguida.

O soldado que foi baleado segue internado no Hospital Universitário, e está consciente e fora de risco. Ele passou por procedimentos cirúrgicos e segue sob observação.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Corpo é encontrado na praça da juventude na zona sul de Londrina

Mulher tinha ferimentos provocados por faca pelo corpo.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -