19.8 C
Londrina

Alex Canziani racha com Roberto Jefferson e deixa o PTB

Trending

Atual secretário de Governo em Londrina, o ex-deputado federal Alex Canziani anunciou hoje a saída dele do PTB. O anúncio vem seguido da indicação do empresário Edenilso Rossi Arnaldi como presidente estadual do partido pelo ex-deputado e presidente nacional Roberto Jefferson.

Até então, Canziani era o presidente do partido no estado, e estava filiado na legenda há 30 anos. Nesta sexta-feira (19) ele oficializou sua desfiliação e fez críticas ao partido – no qual ele classificou como “uma seita”.

+ Notícias da política no Paraná

Ele apontou que o Roberto Jefferson está agindo com “radicalismo extremo” e interferindo nos diretórios municipais e estaduais.

Em entrevista à Folha de Londrina, o ex-deputado afirmou que Roberto Jefferson o disse que pretende transformar o PTB no que seria considerado “o maior partido conservador das américas”. Na visão de Alex Canziani, a história pode acabar mal.

“Estamos deixando o partido porque nossas ações e pensamentos sempre foram pautados pelo diálogo e construção de ideias, abrindo espaço para argumentos e respeitando o contraditório, jamais por radicalismo e imposições. Infelizmente não reconhecemos hoje, na direção nacional, este mesmo sentimento que sempre norteou os petebistas”, diz Alex Canziani em nota oficial.

DEBANDADA NO PARANÁ

O anúncio da saída de Alex fez com que outros políticos no estado também resolvessem deixar o partido de Jefferson, e também do jornalista Oswaldo Eustáquio.

O vereador de Curitiba, Pier Petruziello, também deve deixar o partido, além da própria deputada federal Luísa Canziani, filha de Alex. Apesar disso, essa saída não será suave.

+ Siga @24horaspr no Instagram

Por terem mandato, eles ficam impedidos de se desligarem por conta da infidelidade partidária. Neste caso, a Justiça será o recurso usado para garantir a saída sem prejuízos políticos.

A presidência nacional do PTB ainda não se pronunciou sobre o assunto no Paraná.

Por outro lado, o Partido Progressista (PP) do prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, e do líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros, já abriram as portas a Alex. Mas até o momento isso segue indefinido.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -