- Publicidade -
- Publicidade -

Câmara de Londrina vai acionar a polícia após suástica nazista em manifestação

Protesto exigia fim de obrigatoriedade da vacina a servidores municipais.

Trending

A Câmara Municipal de Londrina vai registrar um boletim de ocorrências e encaminhar à polícia a solicitação para investigar um homem que exibiu uma suástica nazista durante a manifestação de negacionistas contra a obrigatoriedade da vacina a servidores públicos na última segunda-feira (26).

A imagem foi registrada do gabinete por um assessor do vereador Matheus Thum (PP), que apresentou a denúncia. Conforme o vereador, a fotografia foi feita no protesto que aconteceu em frente à Câmara e que tinha como objetivo acabar com o decreto do prefeito Marcelo Belinati que obriga servidores municipais a estarem vacinados.

Dos mais de 10 mil servidores da prefeitura de Londrina, pouco mais de 100 não se vacinaram e não apresentaram justificativas. Caso os servidores não se vacinem, eles podem ser penalizados.

As imagens foram encaminhadas ao vereador Jairo Tamura (PL), presidente da Câmara, que vai proceder com o registro da ocorrência.

Exibir suástica nazista é considerado crime, previsto na Lei 7.716/89 que tipifica a infração como “comercializar, fabricar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”. A pena é de multa e prisão de dois a cinco anos.

Foto: Arquivo pessoal
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Bolsonaro amplia ProUni para alunos de escolas particulares

Critérios de exigência de renda para ingresso foram mantidos.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -