- Publicidade -
- Publicidade -

Assembleia empossa quatro deputados suplentes após cassação de Francischini

Delegado Francischini foi cassado após decisão do TSE.

Trending

A Assembleia Legislativa do Paraná convocou quatro suplentes para tomarem posse no lugar dos deputados que perderam o mandato após a cassação de Fernando Francischini (PSL), eleito em 2018 como deputado mais votado da história do estado.

Tomarão posse Adelino Ribeiro (Patriota), Nereu Moura (MDB), Elio Rusch (DEM) e Pedro Paulo Bazana (PV). Eles assumem os lugares de Francischini, Emerson Bacil, Do Carmo e Cassiano Caron, todos eleitos pelo PSL e puxados por Francischini nos votos da legenda.

A posse está marcada para a próxima segunda-feira (08). Após eles assumirem haverá a definição da composição das comissões que tinham vagas preenchidas pelos parlamentares que perderam o mandato.

Francischini presidia a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), principal da ALEP. Bacil, por sua vez, liderava a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Superior, já Do Carmo era o segundo vice-presidente da Mesa Diretora.

Os partidos estudam compor um bloco para definir quem ficará com as vagas. Caso não aconteça, as próprias comissões vão definir os novos nomes por voto.

CASSAÇÃO

O deputado Delegado Francischini eleito em 2018 com mais de 427 mil votos foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ter divulgado fake news sobre as urnas eletrônicas durante o pleito daquele ano.

Ex-deputado Fernando Francischini / Foto: Nani Marcos

Essa foi a primeira vez que o tribunal decidiu pela cassação de um político que fez ataque às urnas eletrônicas.

Francischini tinha sido o deputado mais votado da história do Paraná, e a chapa liderada por ele elegeu oito parlamentares na ALEP.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Câmara de Curitiba aprova projeto que adia reajuste do IPTU em 2022

Proposta da prefeitura define que reajuste deve ser aplicado somente em 2023.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -