- Publicidade -
- Publicidade -

Câmara aprova cassação do mandato de Flordelis por 437 votos a 7

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do marido Anderson do Carmo em 2019.

Trending

A Câmara dos Deputados cassou o mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ) por 437 votos a 7, com 12 abstenções. Ela é acusada criminalmente de ser a mandante do assassinato do próprio marido Anderson do Carmo em 2019, e foi cassada por quebra de decoro.

Flordelis se diz inocente e fez um apelo na terça-feira (10) aos deputados, pedindo para que ela tivesse uma chance de defesa. “Que eu seja julgada pelo povo, retirada daqui pelo mesmo povo que me colocou aqui nesse lugar”, disse, se referindo às eleições de 2022.

Os deputados aprovaram o parecer do Conselho de Ética que recomendou a perda do mandato, após o escândalo que tomou proporções nacionais.

Em sua defesa, Flordelis disse que a pandemia de Covid-19 a impediu de conversar com outros deputados, e que por isso, ela não teve direito à ampla defesa e ao contraditório previstos na Constituição Federal.

“Saio de cabeça erguida porque sei que sou inocente, todos saberão que sou inocente, a minha inocência será provada e vou continuar lutando para garantir a minha liberdade, a liberdade dos meus filhos e da minha família, que está sendo injustiçada”, disse.

A agora ex-deputada diz que toda sua família está sendo criminalizada pela morte de Anderson do Carmo. “Eu não posso e não devo pagar pelos erros de ninguém”, discursou.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Suspeito é morto em confronto com a PM na zona norte de Londrina

Indivíduo estaria praticando tráfico de drogas no local.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -