- Publicidade -
- Publicidade -

Flávio Bolsonaro fala sobre decisão do STJ no caso das rachadinhas

Senador diz que sente como se tivesse tido "alta médica".

Trending

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou nesta terça-feira, 9, todas as decisões proferidas pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, contra o senador Flávio Bolsonaro no caso das “rachadinhas“, isto é, quando um político se apropria de parte dos salários dos funcionários do gabinete.

A Corte acatou o recurso movido pela defesa do parlamentar ao entender que o processo deveria ser movido na segunda instância, não na primeira. Para o senador, a decisão tem impacto semelhante a uma “alta médica”.

“Todas evidências, todos depoimentos, todas provas, meu crescimento patrimonial, tudo que está dentro dos autos são cristalinos em apontar que não tive responsabilidade nenhuma. Não havia crime por minha parte. É um sofrimento que só quem passa pode entender, a família sofre junto. Me sinto como se estivesse tido alta de um médico. […] Com essa decisão do STJ, eu novamente posso voltar à vida normal, ainda com uma cicatriz, uma ferida fechada, mas vou ter mais tempo e liberdade”, afirmou o senador ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News.

Flávio Bolsonaro alega que o processo ganhou uma proporção maior pelo peso do seu sobrenome e fala em perseguição. “Mais de 3,5 anos de investigação e nada foi encontrado contra mim. Uma série de atrocidades foram cometidas, sempre denunciei à imprensa.

Uma processo, que era para ser sigiloso, se tornou um linchamento, distorcendo os fatos com o intuito de desgastar o presidente. […] Nunca quis privilégios por ser senador ou filho do presidente, só que a Constituição e a legislação foram rasgadas”, afirma Flávio Bolsonaro, que aponta irregularidades na investigação.

“Começou a ser investigado em 2018, quando eu era deputado estadual. Portanto, o lugar certo [do processo] seria com o procurador-geral de Justiça do Tribunal do Rio de Janeiro”, completou.

ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Senado aprova indicação de André Mendonça ao STF

Indicação de Bolsonaro ficou parada na CCJ por mais de quatro meses.
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -