- Publicidade -
- Publicidade -

Delegado Francischini tem mandato cassado pelo TSE e fica inelegível por 8 anos

Deputado estadual foi o mais votado das eleições de 2018 no Paraná.

Trending

Por maioria de seis votos a um os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram na manhã desta quinta-feira (28) pela cassação do mandato do deputado estadual Fernando Francischini (PSL). Ele também fica inelegível pelo período de 8 anos.

O parlamentar foi acusado de fazer uso indevido dos meios de comunicação nas eleições de 2018, quando se elegeu o deputado mais votado do Paraná.

Na época, Delegado Francischini, como é conhecido, era deputado federal e publicou um vídeo nas redes sociais apontando uma suposta fraude nas urnas eletrônicas, que teria prejudicado o então candidato a presidência Jair Bolsonaro.

A denúncia contra Francischini partiu do Ministério Público Eleitoral (MPE) e foi julgada improcedente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). No entanto, a Procuradoria-Geral Eleitoral recorreu ao TSE, que pela maioria dos votos cassou o mandato do deputado e o tornou inelegível nas próximas eleições.

Em nota, Delegado Francischini afirmou que lamenta a decisão, e que ela “afeta mandatos conquistados legitimamente”. O deputado também diz que irá recorrer da decisão ao Supremo Tribunal Federal (STF) para preservar a vontade de meio milhão de eleitores paranaenses, que o elegeram em 2018.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Saúde descarta sete casos suspeitos da Ômicron no Paraná

Os casos haviam sido isolados e foram acompanhados pela SESA
- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -