- Publicidade -
- Publicidade -

Cinco melhores escolas de medicina em Portugal

Trending

Situado no Sudoeste da Europa, ao longo da costa atlântica da Península Ibérica, Portugal possui praias magníficas, arquitetura histórica e outros diversos atrativos turísticos que agradam a maioria dos visitantes estrangeiros.

Mas entre os principais motivos que mantêm o país como um dos destinos mais requisitados do mundo estão o custo de vida mais acessível em relação aos outros países europeus e a hospitalidade dos cidadãos portugueses.

Embora o português seja a língua oficial do país, os habitantes locais tentam fazer com que os visitantes de outras nacionalidades se sintam bem-vindos em Portugal, fazendo um esforço para iniciar conversas em outros idiomas, como por exemplo, em inglês.

Neste quesito, como futuros estudantes universitários em Portugal, os brasileiros têm uma grande vantagem: já estão familiarizados com a língua portuguesa. Isso ajuda a construir relacionamentos e entender muito melhor a vida cotidiana e as aulas durante a estadia, uma vez que os programas das universidades do país usam o português para o ensino.

Se você pretende estudar medicina em Portugal, carreira que envolve tanto a graduação como a pós-graduação, falar português é estar um passo à frente dos outros candidatos internacionais, que primeiro precisarão comprovar um conhecimento da língua, pelo menos no nível B2. 

Alunos internacionais podem se inscrever em escolas médicas de Portugal?

Sim, Portugal está aberto a estudantes internacionais desde que estes tenham a cidadania portuguesa, sejam familiares de cidadãos portugueses ou residam no país legalmente há mais de dois anos. A mesma regra vale no caso de cidadão de países da União Europeia ou ainda aqueles beneficiários do Estatuto de Igualdade de Direitos e Deveres.

As escolas médicas portuguesas exigem dos candidatos o certificado de ensino secundário e um exame equivalente ao Enem brasileiro, chamado Exame Nacional, com provas de biologia, química e física. Estes dois requisitos ponderados e mais alguns documentos determinam a admissão.

Uma média de 50.000 estudantes internacionais migram para Portugal para estudar a cada ano. Destes, uma grande parte são aspirantes à graduação em medicina. As escolas médicas que aceitam estudantes internacionais incluem as melhores universidades do país como Universidade do Porto, Universidade de Coimbra, Universidade de Lisboa, Universidade Nova de Lisboa e Universidade do Minho.

Agora que você já está ciente das vantagens de estudar medicina em uma pátria de língua irmã, é hora de conhecer melhor as escolas médicas em Portugal.

As escolas de medicina de Portugal são altamente respeitadas e reconhecidas pelas comunidades acadêmicas, tanto pela tradição secular como pelos programas que oferecem na área da saúde para estudantes internacionais. Com currículo alinhado ao Modelo de Bolonha e taxas de ensino acessíveis, mais e mais alunos estrangeiros estão migrando para o país.

Uma das ofertas mais destacadas de Portugal é o seu programa de medicina, que há muito é oferecido em antigas e novas universidades. Como tal, suas escolas médicas são conhecidas por seguir uma longa linha de tradição e excelência educacional.

Melhores escolas médicas em Portugal

Universidade do Porto

A Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, fundada em 1911, é considerada a melhor de Portugal. A FMUP destaca-se atualmente pelo aprimoramento da educação com um forte teor prático, pela intensa atividade de pesquisa, e pelo atendimento à comunidade nas mais diversas áreas da ciência e da prática médica. A universidade recebe estudantes internacionais de braços abertos e também está envolvida nos programas de intercâmbio Erasmus e Almeida Garrett. Com o curso de Mestrado Integrado em Medicina, os alunos da FMUP podem mergulhar na prática clínica, na investigação ou na docência.

Universidade de Coimbra

Fundada em 1290, a Universidade de Coimbra é a instituição de ensino mais antiga de Portugal, mantendo-se como a única instituição médica até 1825. Tem história suficiente para ser incluída no Patrimônio Mundial da UNESCO, uma vez que preserva a cultura científica europeia e mundial. Essa escola médica de referência no país funcionava inicialmente em Lisboa, mas foi transferida para Coimbra em 1537. O Paço das Escolas, onde fica o edifício histórico da universidade é simplesmente de um dos cartões postais da cidade. Nele também está a Biblioteca Joanina, uma das mais originais e espetaculares bibliotecas barrocas da Europa.

Universidade de Lisboa

A Universidade de Lisboa, com origem que remonta ao ano de 1290, é uma das melhores e mais antigas faculdades de medicina de Portugal. A ULisboa acolhe o maior hospital universitário do país, o Hospital de Santa Maria. Além disso, a instituição está ligada a outro hospital de referência, o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, e conta com um relevante setor de pesquisa, o Instituto de Medicina Molecular. Todas essas instalações contribuem para o competitivo programa médico e científico que a universidade oferece aos seus alunos atualmente. O programa de 6 anos cobre um curso de 3 anos em estudos médicos básicos, seguido pelo ciclo de Mestrado Integrado em Medicina (MIM). Farol da educação global, a ULisboa também promove intercâmbios de estudantes internacionais através do programa Erasmus.

Universidade Nova de Lisboa

A faculdade de medicina da Universidade Nova de Lisboa foi fundada em 1973 através de um programa de expansão do ensino superior. Embora seja uma das mais novas de Portugal, a instituição já se destaca entre as melhores do país, com lugar garantido no ranking QS “Top 50 under 50”. O seu programa principal é o Mestrado Integrado em Medicina, um curso de dois ciclos que prepara os alunos para se destacarem na coleta de dados clínicos, tomada de decisão e pesquisa. A universidade também construiu parcerias com hospitais, a partir do Hospital Egas Moniz.

Universidade do Minho

A Faculdade de Medicina da Universidade do Minho também tem uma história recente – foi inaugurada no ano 2000. Apesar disso, o novo departamento já consta na lista das melhores escolas de medicina do país por oferecer uma excelente formação de graduação e pós-graduação em ciências da saúde. Seus títulos obedecem ao processo de Bolonha. O currículo centrado no aluno promove o aprendizado ativo, um método que ajuda a aumentar o comprometimento e a disciplina dos alunos, que podem participar de estágios em centros de saúde, rodízios de saúde familiar e treinamento clínico. Esta universidade médica de referência em Portugal também aceita estudantes internacionais e até oferece um curso preparatório para eles.

- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -

Sugestões do editor

- Publicidade -